Endermologia/Vacuoterapia

Atualmente, através de modernos aparelhos de eletro-sucção, chegou-se à Endermologia ou, melhor expressão seria, à Endermoterapia, e pode-se dizer que os instrumentos adquiriram tremenda eficácia, com uso principalmente estético, encontrando emprego na manutenção ou obtenção de bem estar e flexibilidade muscular, atenuando os quadros de celulite, reduzindo as aderências, modelando a silhueta, auxiliando na extração de comedões, reduzindo o excesso de oleosidade, em suma, melhorando o aspecto geral da pele.

Os aparelhos utilizados exercem uma sucção sobre a pele por meio de ventosas de acrílico ou vidro de formas e diâmetros diferentes. Em seu mecanismo interno existe uma bomba a vácuo que aspira o ar do interior da ventosa provocando efeito de sucção por diferença de pressão entre o meio externo e o meio interno, sendo que a intensidade desta pressão pode ser regulada através de um potenciômetro.
São indicações: tonificação da pele, presença de rugas, atenuação de estrias, edema, drenagem linfática, combate à celulite, redução da gordura localizada, extração parcial de comedões, pré e pós-operatório de cirurgias plásticas e procedimentos estéticos, ainda ajudando no combate ao estresse.

Se utilizada num regime de emagrecimento, seja de mulheres seja de homens, otimiza os resultados graças à ação exercida sobre as gorduras mais profundas ao estimular as funções de eliminação do próprio organismo.

O tratamento é totalmente natural, não invasivo e relaxante, proporcionando sensação de bem-estar. Trata-se, unicamente, de restabelecer e ativar as funções do organismo, pelo que a Endermo encaixa-se perfeitamente na nova filosofia curativa que dá prioridade às soluções naturais.

No combate à celulite tem indicações fabulosas, pois, após as sessões indicadas, ocorre uma melhora importante na pele na Claro que nada é perfeito. Assim, ela também tem suas contra-indicações: insuficiência venosa profundas, ou seja, que as alterações em as veias sejam visíveis e muito pronunciadas; quaisquer tipos de tumorações no local; radioterapia ou quimioterapia atuais ou recentes; locais onde haja pinos ou próteses metálicas; pós-operatório de lipoaspiração antes de 45 dias e durante a gravidez.